Skip to content

Entrevista com a rainha Formosa

27/08/2013

rainha Formosa
1. O que você mais gosta de fazer?
Colocar ordem no formigueiro, para que as formigas trabalhem em harmonia. E tomar seiva de erva doce com o mestre Formisã ao final de um dia de trabalho.

2. O que você mais ama?
Passear na floresdeira. Admirar a criação do Senhor Criador e ter este tempo para louvá-lo.

3. Em uma situação difícil você faz o quê?
Converso muito com o Senhor Criador e com o mestre Formisã, meu grande conselheiro.

4. Com qual formiga você se identifica?
Com o mestre Formisã.

5. O que você não gosta?
De desordem.

6. Qual a sua atitude ao ver duas formigas brigando?
Pedir que depois de resolvida a situação desagradável os guardas tragam as fomigas envolvidas para apresentar o motivo que as levou a brigar.

7. Chegam até a sala do trono alguns comentários maldosos sobre o seu reinado. Qual a sua atitude?
Bem! Às vezes pode ser uma pequena brincadeira e podemos deixar assim. Temos que ter um bom senso de humor. Mas, se parecer algo mais grave, levaria a uma plenária e juntos, ministros, mestre Formisã e eu tomaríamos uma atitude que nos pareça mais correta.

8. Corre a notícia que o tamanduá está bem próximo ao formigueiro. Você faz o quê?
Temos formigas investigadoras que avaliam a situação. Depois de receber o relatório delas, encarregamos os estrategistas de traçar planos para proteger o formigueiro dos ataques de grandes animais.

9. Qual o seu maior defeito?
Insegurança.

10. Qual o seu sonho?
Levarmos os princípios do Senhor Criador a todos os formigueiros vizinhos, para que dependam dele e vivam em harmonia com todos.

Anúncios

Meu pai, meu amigo

10/08/2013

Eu tenho um amigo
Que sempre está comigo,
Presente do bondoso Criador.
Eu tenho um amigo,
Fiel, companheiro,
Exemplo verdadeiro de amor.

No dia em que eu nasci,
Ele já estava ali
Me recebendo no seio da família;
Eu não sabia de nada,
Mas ele já me amava
E me ofertava a sua companhia.

Meu pai, meu amigo (meu pai)
Fiel, companheiro,
Exemplo verdadeiro pra mim (pra mim),
Meu pai, meu amigo (meu amigo)
Fiel, companheiro,
Exemplo verdadeiro para mim.

Sua vida me conduz
Aos braços de Jesus,
A quem eu amarei até o fim.

Cristina Mel

Fim das férias…volta às aulas

04/08/2013

fim das ferias volta as aula
Férias é tudo de bom!!!

Quando elas chegam ao fim, alguns sentem aquele “bichinho na barriga”, mostrando ansiedade: as primeiras semanas de aula, aquela grande excitação! Colegas para rever, novos colegas para conhecer, novos professores, enfim, rever a escola.

Voltar às aulas é como começar um novo ano. Muitas promessas são feitas e, se elas são positivas, é preciso fazer o máximo para que se tornem realidade.

Quem prometeu para si mesmo que vai estudar mais neste semestre, que vai ler mais jornais, livros e revistas, que vai fazer todos os trabalhos com mais dedicação, que vai prestar mais atenção nas aulas, que vai recuperar as notas perdidas, que tal levar isso a sério?

Não deixe para a última hora…

Você pode começar separando seu material. Comprar um caderno novo, dividi-lo em matérias organizadamente, comprar pastas para cada matéria, guardar os textos e apostilas de cada uma, sem misturá-las, pois, quando precisar ler alguma, é só ir na pasta certa que ela estará lá. Assim, você corre menos risco de perder o seu material.

Falta de organização? Irresponsabilidade? Nada disso! Não deixe para se organizar na última hora. Pra que sofrer até o último minuto e ficar com aquela preocupação para concluir o objetivo? Esta é uma grande armadilha do inconsciente e a grande responsável pelo famoso estresse. Na tentativa de evitar o acúmulo de tensão, procuramos nos preocupar com o que é mais urgente e não dá para adiar mais. O resultado disso é a constante insatisfação, porque quando se consegue fazer alguma coisa, há muito tempo adiada, já existem muitas outras na lista, num círculo vicioso de atrasos. Que ruim, hein! Para corrigir isso, basta seguir aquele velho ditado: não deixe para amanhã o que pode fazer hoje.

Por: Regiane

Pedro, Tiago e João no barquinho

28/07/2013


Pedro, Tiago, João no barquinho
No mar da Galiléia
Jogaram a rede mais não pegaram peixe
No mar da Galiléia
O mestre mandou jogar do outro lado
No mar da Galiléia
Puxaram a rede cheia de peixinhos
No mar da Galiléia.

Aline Barros

Homenzinho Torto

21/07/2013

Havia um homenzinho torto

Morava numa casa torta
Andava num caminho torto
Sua vida era torta
Um dia o homenzinho torto
A Bíblia encontrou
E tudo que era torto
Jesus endireitou!

Autor desconhecido

Entrevista com Talento e Tolero

14/07/2013

Talento e Tolero

1. O que você mais gosta de fazer?
Talento: Passear!
Tolero: É, passear!

2. O que você mais ama?
Talento: Observar a natureza!
Tolero: Sim, a natureza!

3. Em uma situação difícil você faz o quê?
Talento: Pensamos muito para ver que atitude tomar.
Tolero: É, pensamos muito.

4. Com que amigo você se identifica?
Talento: Com o Tolero.
Tolero: Sim, com o Talento.

5. O que você não gosta?
Talento: Não gostamos que nos apressem!
Tolero: É, que nos apressem.

6. Qual a sua atitude ao ver duas formiguinhas brigando na escola?
Talento: Brigar não é legal!
Tolero: Não é legal.

7. Alguém vem até você e começa a falar um monte de abobrinhas, deixando você sem graça. Ele continua a tirar o maior sarro de você. Você fica chateado. Dali pra frente qual será a sua atitude?
Talento: Há! Não tem problema, a gente não liga!
Tolero: Há! A gente não liga.

8. Aparece um boato sobre um bicho escabroso rondando o formigueiro. O que você faz?
Talento: A gente não sabe se é verdade, pode ser que alguém queira assustar as formigas.
Tolero: É, as formigas!

9. Um dos amigos convida você para dar uma volta pela floresdeira. Mas, a Rainha deixa um aviso que os pequeninos não andem desacompanhados de algum adulto. Você vai do mesmo jeito?
Talento: Mesmo que alguém convidasse, a gente não iria não. O Criador não gosta.
Tolero: É, a gente não quer deixar ele triste.

10. Uma formiga bem velha precisa de ajuda. Você se dispõe a ajudá-la?
Talento: Se ela tiver paciência, a gente ajuda!
Tolero: Sempre ajuda!
Talento: E temos tempo! Tolero: Muito tempo!

11. Corre uma notícia que o tamanduá está bem próximo ao formigueiro. Você faz o quê?
Talento: O tamanduá não é legal e ele gosta de comer formiguinhas.
Tolero: É, a gente toma muito cuidado!

12. Mestre Formisã pede para você entregar 1 saco cheio de deliciosas e suculentas gabiris para os amiguinhos, pois tem o número exato da turminha. Você dividirá certinho?
Talento: Levar a gente leva!
Tolero: Só não sabemos se os outros nos esperam.

13. Um dos amigos contou um segredo e pediu que você não contasse nada a ninguém.
Talento: Guardamos segredo!
Tolero: Sim, bem guardadinho!

14. Uma grande festa está para acontecer. Como será a sua participação nela?
Talento: Entreter e conversar com os convidados.
Tolero: É, longas conversas.

15. Qual o seu maior defeito?
Talento: Distraídos.
Tolero: É, distraídos.

16. Qual o seu sonho?
Talento: Ainda estamos pensando nisso.
Tolero: É, pensando bastante.

Criança evangélica emociona funcionários de hospital ao cantar “Ressuscita-me” em UTI

07/07/2013

A ministração feita pela cantora mirim Djulieni Thais, moradora da cidade de Curitiba (PR), em um UTI emocionou os funcionários do hospital e tem feito sucesso na internet. Na UTI do no Hospital do Idoso Zilda Arns, a pequena cantora causou comoção ao interpretar a música “Ressuscita-me”, da cantora Aline Barros.

Publicado no perfil de Djulieni no Facebook no dia 7 de abril, o vídeo de sua ministração já foi compartilhado mais de 26.500 vezes, e republicado em vários canais no Youtube.

Enquanto Djulieni cantava, vários enfermeiros e outros funcionários do hospital pararam para ouvir sua voz e, ao final, aplaudiram emocionados.

Em sua página, várias pessoas comentaram a ida da jovem cantora ao hospital, entre eles, uma internauta parabenizou Djuli, como é chamada pelos amigos, e aos seus pais pela iniciativa.

– Parabéns ao Papai e a Mamãe, mas a vc também Djuli, que com certeza tudo isso pra Glória e Honra do Nosso Deus, Deus continue a te abençoar sempre, unjindo (sic) sua voz e que seu louvor seja perfeito aos ouvidos do Nosso Pai. – comentou Nilcimara Silvestre.

Apesar dos elogios, a pequena cantora também enfrenta críticas, principalmente por crianças de sua escola, que questionam o porquê de ela apenas cantar músicas religiosas, que elas classificam como chatas.

– Sabe, lá na escola meus colegas me perguntam: ‘Ai Djuli, por que você só posta coisa de igreja, você cantando aquelas músicas chatas e aquele monte de foto de todo mundo chorando?’. Eu fico triste quando ouço isto, mas me alegro em saber que Deus me escolheu para ser luz em meio as trevas! Se eu postasse as mesmas coisas que eles gostam, eu não estaria sendo o sal da terra! Que o meu Deus faça a obra naqueles corações. – respondeu a cantora, às críticas dos colegas.

Por: Dan Martins

%d blogueiros gostam disto: